Contador*-*

sexta-feira, 18 de outubro de 2013


Depois de tantas decepções e ilusões
 o coração cansa
cansa de tentar abrir tantas exceções, 
de amar e não ser amado. 
De acreditar em tantas mentiras. 
E é chegada a hora em que ele
 fica duro como uma pedra, 
fica como gelo. 
Não sente mais nada, não acredita 
em mais ninguém...